Câncer de próstata em cães e gatos – Novembro Azul

O novembro azul é um mês para conscientização das doenças que afetam a saúde do homem, com ênfase a prevenção e detecção precoce do câncer de próstata. O câncer, principalmente em seu estágio inicial é silencioso. Cães e gatos também podem ser acometidos destas doenças em próstata e testículo, sendo o diagnóstico precoce fundamental para uma boa resposta ao tratamento clínico/cirúrgico, radio/quimioterapia..

O Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV-SP), acredita que aproximadamente 4% dos cães acima dos 7 anos desenvolvem o câncer de próstata.

É uma doença com maior incidência em cães de grande porte, cujos sintomas tendem surgir nos animais idosos (etre 8 e 12 anos) e podem incluir: dificuldade em evacuar, fezes em fita, constipação , sangue na urina, incontinência urinária, perda de peso e complicações respiratórias.

Diferentemente do câncer de mama, cuja castração previne o câncer de mama, castrar o animal não significa que ele está livre de desenvolver o câncer, pois nem todos os tumores tem dependência dos hormônios sexuais. Mas os animais castrados apresentam menos complicações de próstata, sejam estas tumorais ou não, tais como a hiperplasia prostática.

novembro-azul-3

Prevenção

Visitas periódicas no veterinário e o toque retal também deve fazer parte da rotina do seu pet.
A Palpação retal auxilia no diagnóstico de abcessos prostáticos, cistos paraprostáticos/prostáticos, hiperplasia prostática benigna, metaplasia escamosa prostática, neoplasias prostáticas…Sempre realizado por veterinário e complementando-se os achados do exame físico a outras exames clínicos, tais como ultrassonografia, citologia aspirativa por agulha fina, biópsia/histopatológico, hemograma, urinálise, análise microbiologica do fluido prostático, sorologias…

Palpação de testículos é importante ainda em filhotes para verificação da presença dos dois testículos em seus sacos escrotais, palpação da simetria, tamanho e textura.

Problemas envolvendo os testículos de cães e gatos

O criptorquidismo é um defeito testicular congênito comum em cães e gatos e consiste em uma falha na descida do testículo até a bolsa escrotal, podendo ocorrer em ambos, mas é mais frequente ser unilateral. O testículo retido pode ficar localizado na cavidade abdominal, no canal inguinal, ou sob a pele. Já monorquidismo ou anorquidismo (existência de apenas um, ou ausência completa de testículos) são extremamente raros. Normalmente a migração ocorre até os 2 meses, mas devido à mobilidade e à dimensão reduzida o diagnóstico é, por vezes, adiado até aos 6 meses de idade, altura em que ocorre o encerramento do canal inguinal. Lembrar que animais com criptoquidismo, mono/anorquidismo não devem cruzar e ter filhotes, pois os mesmo podem apresentar as mesmas condições. Além disso, nos criptorquidas o testículo retido deve ser removido cirurgicamente após identificado sua localização por exames de imagem, uma vez que este pode ser um local para um possível câncer.

Além desta alteração testicular, a palpação também auxilia no diagnostico de orquites (inflamação testicular), neoplasias testiculares, atrofias… Não deixe de levar o seu machinho ao vet! Novembro azul PET! Orientar, cuidar e prevenir são formas de amar!

*imagem da internet

    Leave a Comment

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>